O ODF  >  O que é o ODF  >  Parte 1


 

«Roscas diferentes» 

Experimente gravar um ficheiro que criou com um certo programa, e depois tente abri-lo com um programa de um outro fabricante. O mais provável é não o conseguir, ou, quando muito, ver coisa diferente daquela que concebeu.

Trata-se de um problema universal e muito actual. Os fabricantes de software informático procuram que os ficheiros produzidos pelos seus programas não possam ser usados por programas de outro fabricante (ou, se o forem, que pelo menos não fiquem exactamente iguais ao original). Isto não se passa apenas na indústria de software e resulta de um interesse comercial legítimo, que é o de as empresas tentarem que os seus clientes não mudem facilmente para os produtos de outro fornecedor.

Considere, por exemplo, um fotógrafo que usa uma máquina fotográfica profissional da marca A e acha que uma teleobjectiva da marca B é a melhor para os seus propósitos: o fotógrafo, no entanto, depressa verificará que o fabricante da marca A usa roscas diferentes das do fabricante da marca B — assim, se quiser usar a máquina A, terá que comprar a teleobjectiva da marca A; se quiser usar a lente da marca B, terá que adquirir uma máquina fotográfica da marca B.

 

< Início | Parte 1 | Parte 2 >