ACÇÃO!  >  Encontros e debates  >  Parlamentares


 

Noutros países, o ODF tem mudado a forma como todos — empresas, cidadãos, serviços, etc. — lidam com a informática. Assistindo à crescente importância que este formato vai adquirindo, talvez seja altura de o Estado tomar uma posição.

 

Não caberá ao Estado decidir racionalmente, em nome dos seus cidadãos, acerca daquilo que é melhor para todos?

A adopção, pelos organismos públicos, de uma norma que pode ser usada por todos é, na essência, uma questão de justiça social?

Será que haverá necessidade de produzir alterações legislativas que reflictam um novo equilíbrio entre os consumidores informáticos, privados e públicos, e a indústria de software?

 

Se este assunto lhe interessa, se gostava de participar nos debates promovidos pela ODF Alliance Portugal ou de obter mais informações,

manifeste-nos o seu interesse.